sexta-feira, 16 de julho de 2010

Nanogerador piezoelétrico alimenta sensores implantáveis



Imagem Stevens Institute of Technology

A equipe do Dr. Shi Yong, do Instituto de Tecnologia Stevens, nos Estados Unidos, desenvolveu uma tecnologia ultra miniaturizada que transforma energia mecânica em energia elétrica usando nanofibras piezoelétricas.

Os minigeradores têm potencial para alimentar equipamentos eletrônicos de baixo consumo de energia, como sensores, circuitos eletrônicos flexíveis e biossensores implantáveis.

O avanço está na incorporação do nanogerador em um polímero biocompatível, preparando o dispositivo para funcionar em contato ou no interior do corpo humano. A maioria dos experimentos na área vem focando a fabricação de tecidos inteligentes.

Outra possibilidade de aplicação dos nanogeradores é na alimentação de nanossensores no interior do corpo humano, que se tornarão capazes de transmitir dados continuamente por meio de conexões sem fios, alertando o paciente sobre qualquer disfunção em seu organismo. [Leia+]


"A tecnologia dos nanogeradores, graças à sua ultra miniaturização, pode permitir o aproveitamento da energia mecânica do próprio organismo, como o movimento do sangue ou os movimentos peristálticos, para gerar a energia necessária para alimentar esses aparelhos."


Computação quântica: criado canhão de fótons entrelaçados



Imagem Jean-Louis Le Hir


Na base de pesquisas e aplicações como a criptografia quântica, acomputação quântica e até oteletransporte, está um fenômeno fascinante, conhecido como "entrelaçamento".

O fenômeno do entrelaçamento quântico é tão bizarro que Einstein o chamou de "ação fantasmagórica à distância" - ele ocorre quando as propriedades de duas partículas tornam-se interdependentes. O que quer que aconteça com uma partícula afetará imediatamente a outra, qualquer que seja a distância que as separe.

Mas entrelaçar partículas subatômicas, o que é essencial para desenvolver todas essas tecnologias futurísticas, é uma tarefa difícil e delicada, exigindo condições muito especiais de laboratório, ainda longe de aplicações práticas mais robustas.

Agora, pesquisadores do instituto francês CNRS, criaram uma nova fonte de fótons entrelaçados que é 20 vezes mais potente do que todos os sistemas já desenvolvidos.

Essa espécie de "canhão de fótons entrelaçados" deverá incrementar consideravelmente a velocidade das comunicações quânticas e pode constituir um componente chave nos futuros processadores quânticos. [Leia+]


"Pontos quânticos são nanocristais de material semicondutor, cujas dimensões normalmente estão ao redor dos 20 nanômetros. Com essas dimensões, um ponto quântico funciona como um "poço" de potencial, que confina as portadoras de carga nas três dimensões de um espaço tipicamente da ordem de dezenas de nanômetros."


sexta-feira, 11 de junho de 2010

Descoberto novo exoplaneta a 60 anos-luz



foto ESO/L. Calçada

Paula Rothman

Um planeta gigante descoberto em uma jovem estrela prova que sim, é possível que esses corpos celestes se formem em apenas alguns milhões de anos.

A confirmação desta teoria veio com um recente estudo do ESO (European Southern Observatory), que observou por sete anos a estrela Beta Pictoris.

Batizado de “Beta Pictoris b”, ele a massa equivalente a nove Júpiteres e possui a menor órbita já vista em um exoplaneta diretamente observado. [Leia+]


"Localizada a 60 anos-luz, na constelação de Pictor (Pintor), ela possui 75% a mais de massa do que o nosso Sol, mas tem milhares de vezes menos anos: apenas 12 milhões."

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Nasa descobre possiblidade de vida em lua de Saturno



Do G1, em São Paulo
imagem NASA

Baseados em dois estudos da missão Cassini, que pesquisa a órbita de Saturno, cientistas da Nasa acreditam ter descoberto evidências de que espécies primitivas de seres vivos poderiam estar morando em uma das luas do planeta.

Isso porque a missão analisou a composição química na superfício da Titan, a única lua de Saturno com uma atmosfera densa, segundo especialistas.

De acordo com os pesquisadores, se a hipótese for confirmada, ela representaria uma segunda forma de vida no universo, independente da ingestão de água, como é na Terra. [Leia+]

"O resultado tornaria Titan o único local no sistema solar, além da Terra, a ter líquido em sua superfície, dizem os pesquisadores."

Neurônios são controlados eletronicamente com transístor iônico



foto Imagem: Tybrandt et al./Pnas

Um passo importante rumo ao controle externo de células vivas com a ajuda de equipamentos eletrônicos foi dado por pesquisadores da Universidade de Linköping e do Instituto Karolinska, ambos na Suécia.

O novo transístor é feito de plástico - como contém carbono em sua composição, ele compõe o espectro da chamada Eletrônica Orgânica, o que permite que ele seja conectado diretamente às células vivas.

O resultado demonstrou tanto que o transístor orgânico funciona conectado aos sistemas biológicos, quanto a sua capacidade de transportar sem dificuldades mesmo biomoléculas eletricamente carregadas muito pequenas.[Leia+]

"Acreditamos que os transistores iônicos desempenharão um papel importante em várias aplicações, como a liberação controlada de medicamentos, biochips e sensores"

terça-feira, 18 de maio de 2010

Processador molecular supera supercomputadores



imagem

Dane Austin/Alan Stonebraker/PRL

Pesquisadores japoneses fizeram uma demonstração experimental de computação quântica que mostra que uma única molécula pode efetuar cálculos várias vezes mais rapidamente do que qualquer computador atual.

Embora outros cientistas há houvessem demonstrado que uma molécula pode substituir um transístor, agora a molécula funcionou como o processador inteiro, superando por uma larga margem os mais modernos processadores. [Leia+]


"As funções de onda de sistemas eletricamente neutros podem ser usados como portadoras de informação capazes de substituir as cargas elétricas reais dos atuais chips de silício"


Estudo reforça existência de mar supergelado em lua de Saturno



via Terra
foto Nasa

Um estudo de 15 cientistas da Alemanha e Estados Unidos, liderado por Katrin Stephan, do Instituto de Pesquisa Planetária de Berlim, indica que imagens feitas pela sonda Cassini em junho do ano passado realmente são de um mar na lua Titã, de Saturno, conforme se pensava.

As imagens mostram reflexos do Sol no pólo norte da lua. As informações são doThe New York Times.

O mar de Titã, contudo, não é de água. Os cientistas acreditam que ele seja composto de uma mistura de etano e metano e, talvez, nitrogênio líquido a uma temperatura de aproximadamente -184°C. [Leia+]


"Se for confirmada a descoberta, Titã será o único corpo conhecido no sistema solar, fora a Terra, a ter uma superfície estável o suficiente para abrigar substâncias em estado líquido."

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Descoberta localização da matéria comum 'perdida ' do Universo




Usando o Observatório de raios X Chandra da Nasa e o XMM-Newton da Agência Espacial Europeia (ESA), cientistas encontraram um enorme reservatório de gás ao longo de uma estrutura de galáxias semelhante a uma muralha, a cerca de 400 milhões de anos-luz da Terra.

A descoberta representa, segundo os pesquisadores, forte indício de que a "matéria perdida" do Universo próximo está presente numa enorme teia de gás quente e difuso. [Leia+]

"Uma série de estimativas havia produzido uma previsão de quanta matéria normal deve existir no Universo, mas observações das regiões próximas vinham revelando apenas metade do total. A constatação da presença do gás quente ajuda a explicar a diferença."

terça-feira, 4 de maio de 2010

Relógio Scope mapeia tempo em dois eixos


via Gizmodo Brasil
foto Yanko Design
Por Kat Hannaford

Scope Watch, da Yanko Design, disponível por 190 dólares. [Veja+] [Yanko Design]


Nasa divulga imagens de nebulosa obtidas por observatório Herschel



via
Folha Online [Ciência]
foto Nasa

da Nasa

Imagem divulgada pela agência espacial norte-americana Nasa mostra a nebulosa Rosette, um berçário estelar a cerca de 5.000 anos-luz da Terra, na constelação de Unicórnio, e grupos de estrelas em vários estágios de desenvolvimento. [Leia+]

"A imagem, obtida pelo Observatório Espacial Herschel, é formada por dados de radiação infravermelha emitida por poeira cósmica."


Making the Google Chrome Speed Tests

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Designer israelense faz tecnologia de iluminação a base de tomate



via
Folha Online [Informática]
foto Efe - Dica @Be_neviani [via Twitter]

A ideia surgiu há quatro meses do estudante de desenho industrial israelense Sigal Shapiro, que criou a lâmpada-tomate.

Apresentada na feira de desenho que aconteceu em Milão neste mês, a lâmpada recolhe a energia dos tomates aos quais são introduzidos zinco e cobre, que geram uma reação química proporcionada pela acidez dos frutos.

Seu autor faz parte de um projeto chamado d-Vision, com sede na cidade israelense de Herzeliya, ao norte de Tel Aviv, que promove bolsas de estudos e pós-graduações em desenho industrial. [Leia+]


"A metáfora de todo o projeto é o fato de que atualmente a tecnologia LED se tornou suficientemente boa para substituir as luzes anteriores, pois consome um décimo da energia e tem maior vida útil", disse Ezri Tarazi, chefe do programa d-Vision para jovens talentos do desenho industrial em Israel.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Spin de um átomo é fotografado pela primeira vez



via
Inovação Tecnológica
[Imagem Saw-Wai Hla]

Um grupo internacional de cientistas conseguiu pela primeira vez fazer imagens diretas do spin de um átomo.

O spin é uma propriedade quântica fundamental das partículas elementares. Embora o termo seja usado em várias acepções, para efeitos experimentais o spin é entendido como se fosse um minúsculo ímã, apresentando uma orientação, que pode ser "para cima" ou "para baixo".

Os termos "para cima" ou "para baixo" são convenções usadas para representar a orientação do spin, mas o que importa é que ele pode ser usado para armazenar um bit de informação, assumindo um valor que pode ser 0 ou 1.

Fazer um spin passar de 0 para 1 e vice-versa requer pouquíssima energia, muito menos do que o fluxo de elétrons usado nos computadores atuais.

Isso tem levado os cientistas a apostarem no advento da spintrônica, complementando ou mesmo substituindo a eletrônica atual, viabilizando a construção de computadores menores, mais rápidos e com consumo de energia muito menor.

Apesar dos progressos recentes na área, contudo, até hoje ninguém havia realmente visto um spin. [Leia+]


"O estudo sugere que é possível não apenas observar, mas também manipular diretamente o spin, uma descoberta que poderá ter impacto sobre o desenvolvimento futuro de sistemas de armazenamento magnético de maior capacidade e menores, de
computadores quânticos e dos tão esperados dispositivos spintrônicos."

domingo, 25 de abril de 2010

Humanidade deve evitar contato com alienígenas, alerta físico britânico


O renomado físico britânico Stephen Hawking sugeriu que os seres humanos devem evitar fazer contato com seres extraterrestres.

Em uma série de documentários a ser exibida em maio no Discovery Channel, Hawking diz que é "perfeitamente racional" acreditar que pode existir vida fora da Terra, mas adverte que os alienígenas podem simplesmente roubar os recursos do planeta e ir embora. [Leia+]
"Se os alienígenas nos visitassem, as consequências seriam semelhantes às (que aconteceram) quando (Cristóvão) Colombo desembarcou na América, algo que não acabou bem para os nativos", afirma.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Nosso Universo pode estar em uma ponte entre dois outros universos



via
Inovação Tecnológica
Imagem Wikimedia

O nosso universo pode estar situado no interior de um buraco de minhoca (wormhole) - também conhecido como Ponte de Einstein-Rosen - uma espécie de "cano" hipotético que une dois universos.

O próprio buraco de minhoca seria parte de um buraco negro que ficaria dentro de um universo muito maior, que contém o nosso como um traço dificilmente detectável por algum cientista "extra-universal".

Esse cenário, com cara de ficção científica, no qual nosso universo nasceu dentro um buraco de minhoca, está em um artigo que acaba de ser publicado em uma das mais importantes revistas de Física do mundo.

Nikodem Poplawski, da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, acredita que esses problemas podem ser resolvidos se nosso universo tiver nascido quando uma estrela gigante, situada em um universo muito maior e muito mais antigo do que o nosso, colapsou, formando uma ponte para um outro universo.

No artigo, Poplawski sugere que todos os buracos negros astrofísicos - e não apenas os buracos negros Schwarzschild e Einstein-Rosen - podem ter pontes Einstein-Rosen, cada um com um novo universo em seu interior, que se formou simultaneamente com o buraco negro. [Leia+]

"Como a teoria geral da relatividade de Einstein não escolhe uma
orientação para o tempo, se um buraco negro pode se formar a partir do colapso gravitacional de matéria através de um horizonte de eventos no futuro, então o processo inverso também é possível. Um processo assim poderia descrever um buraco branco explodindo: a matéria emergindo de um horizonte de eventos no passado, exatamente como o Universo em expansão."

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Olho biônico com retina artificial está pronto para ser implantado



via
Inovação Tecnológica
Imagem AVPG

Pesquisadores australianos apresentaram o protótipo de um olho biônico que está pronto para ser implantado no primeiro paciente humano.

O olho biônico, que até agora se encontrava em testes, consiste de uma câmera super miniaturizada e de um microchip implantado na retina do paciente.

O olho biônico está sendo fabricado por uma empresa emergente criada pelos próprios pesquisadores, a Bionic Vision Australia, reunindo médicos, oftalmologistas, neurocientistas, engenheiros biomédicos e engenheiros eletricistas das universidades de Melbourne, Nova Gales do Sul e do Centro de Pesquisas dos Olhos, todos na Austrália. [Leia+]


"Nós vislumbramos que este implante de retina dará aos pacientes uma maior mobilidade e independência, e que as futuras versões do implante acabarão por permitir que os usuários reconheçam rostos e leiam letras grandes"

Fluxo Escuro é rastreado nas profundezas do Universo e pode ser a prova da existência de outro universo



via
Inovação Tecnológica

Imagem NASA


Se você ainda não se acostumou com conceitos como matéria escura e energia escura, prepare-se para assimilar mais um termo na lista dos inexplicáveis mistérios do universo: Fluxo Escuro.

A ideia ainda é controversa, mas tente imaginá-la da seguinte forma: depois do Big Bang, o Universo está se expandindo continuamente - e há evidências de que esta expansão esteja se acelerando.

Contando o tempo desde a ocorrência do Big Bang, é fácil imaginar que há uma espécie de "fronteira" no nosso Universo, que é até onde os efeitos do Big Bang atuaram.

Os cientistas calculam que esta fronteira esteja a aproximadamente 45 bilhões de anos-luz de distância - o tempo decorrido desde o Big Bang mais a aceleração da expansão do Universo.

Agora imagine que haja uma espécie de "buraco" nessa fronteira, por onde uma parte do nosso Universo pode estar literalmente "vazando" para outro universo. O Fluxo Escuro é a parte da matéria - e eventualmente da energia - do nosso Universo que estaria vazando por este ralo cósmico.

É por isto que os proponentes da ideia acreditam que o Fluxo Escuro pode ser a prova da existência de outro universo.


"O Fluxo Escuro é controverso porque a distribuição de matéria no Universo observável não consegue explicá-lo. Sua existência sugere que alguma estrutura além do Universo visível - fora do nosso "horizonte cósmico" - está puxando essa matéria."


Bibliografia:
A new measurement of the bulk flow of x-ray luminous clusters of galaxies
A. Kashlinsky, F. Atrio-Barandela, H. Ebeling, A. Edge, D. Kocevski
The Astrophysical Journal Letters
March 2010
Vol.: 691, Number 2
DOI: 10.1088/2041-8205/712/1/L81


quarta-feira, 24 de março de 2010

27/03: O mundo desliga suas luzes na Hora do Planeta


Portal EcoDebate

Imagine Paris sem a iluminação da Torre Eiffel e o Portão de Brandenburgo, em Berlim, totalmente no escuro. Ainda pense na esfinge e as pirâmides do Cairo; a Fontana di Trevi, em Roma; a ponte Golden Gate em São Francisco; a Catedral de Lima; a estátua de Alexandre O Grande, na Grécia; a Cidade Proibida, em Beijing; o Forte Vermelho, na Índia e o segundo maior prédio do mundo, Taipei 101, em Taiwan, todos apagados.

Pois no dia 27 de março, é isso que vai acontecer: o cenário das cidades ao redor do mundo será bem diferente do que o usual. No total, serão 812 ícones sem luz. [Leia+]


"Das 20h30 às 21h30, 2.383 cidades em 117 países participarão da Hora do Planeta 2010 e irão desligar as luzes de seus monumentos mais conhecidos e maiores construções para mostrar a preocupação com as mudanças climáticas e a degradação ambiental."

sexta-feira, 19 de março de 2010

Robôs de estado sólido inspirados em insetos agirão em colônias



via
Inovação Tecnológica

Uma nova abordagem na concepção de robôs extremamente miniaturizados, batizados de "microides", poderá permitir a fabricação de robôs do tamanho de formigas e capazes de operar de forma autônoma ou coordenada, como as colônicas de insetos.

A grande vantagem do novo projeto é que os robôs em miniatura movimentarão suas minúsculas pernas e mandíbulas usando músculos artificiais de estado sólido, dispensando qualquer tipo de motor ou engrenagem.

Avançadas simulações computacionais indicam que esses insetos artificiais teriam uma destreza significativamente maior do que os atuais robôs em microescala.

Os robôs também poderão ser capazes de explorar a energia vibratória do meio ambiente para recarregar suas baterias, permitindo que eles funcionem mesmo em ambientes sem luz.

"Os microides serão capazes de andar, correr, pular, e pegar e mover objetos com peso muitas vezes superior ao seu próprio," disse Clark. "Um microide também poderá fazer o que nenhum inseto ou microrrobô consegue fazer, que é continuar andando mesmo se virar de costas. Quem sabe, a próxima característica seja a capacidade de voar." [Leia+]

"Como os microides são de estado sólido, sem quaisquer peças discretas, como engrenagens que se desgastam devido ao atrito, eles provavelmente serão duráveis e robustos. Mesmo se você pisar em um microide, ele irá simplesmente se levantar e ir embora"

quarta-feira, 17 de março de 2010

Agência de astronomia europeia anuncia descoberta de planeta extra-solar 'normal'



via
G1 [Ciência e Saúde]
Foto ESO

A Organização Europeia para Pesquisa Astronômica no Hemisfério Sul (ESO, na sigla em inglês) anunciou nesta quarta-feira (17) ter localizado o primeiro planeta extra-solar "normal", batizado de Corot-9b, que poderá ser estudado em grande detalhe. Exoplaneta, ou planeta extra-solar, é um planeta que orbita uma estrela que não seja o Sol.

O 9-b passa regularmente na frente de uma estrela parecida com o Sol a 1.500 anos-luz da Terra.

A descoberta foi viabilizada pela combinação de dados do satélite CoRoT (acrônimo de convecção, rotação de estrelas e trânsito dos planetas extra-solares) e do Harps (high accuracy radial velocity planet searcher), um dos instrumentos embutidos no telescópio de 3,6 metros do Observatório de La Silla, no Chile. O Harps é considerado o melhor caçador de exoplanetas de que a ciência dispõe atualmente. [Leia+]


"Mais de 400 exoplanetas já foram identificados até hoje. Corot-9b é especial porque sua distância da estrela que orbita é cerca de dez vezes maior do que qualquer outro corpo dessa categoria já descoberto, portanto tem um clima relativamente "temperado" (entre 160°C e -20°C), com "variações mínimas" entre dia e noite."