quinta-feira, 30 de julho de 2009

Físicos criam dispositivo capaz de armazenar a luz



via
Inovação Tecnológica
Agostinho Rosa

Pesquisadores da Universidade de Mainz, na Alemanha, realizaram um sonho longamente perseguido por físicos de todo o mundo: eles construíram uma armadilha de luz, um dispositivo que permite que a luz seja armazenada por longos períodos de tempo.

O dispositivo é inacreditavelmente simples e feito a partir de uma única fibra óptica, o que abre caminho para seu uso em um sem-número de aplicações, de dispositivos quânticos inovadores até as telecomunicações e os equipamentos eletrônicos portáteis.

"Nós queremos usar esse microrressonador multifuncional para acoplar minúsculos campos de luz, consistindo de fótons individuais, com átomos individuais," explica o professor Arno Rauschenbeutel, coordenador da pesquisa.

Se o professor Arno e sua equipe puderem dar esse passo adicional, eles estarão criando um interface quântica entre a luz e matéria, um passo essencial para a viabilização da comunicação e da criptografia quânticas, além da realização do tão sonhado computador quântico. [Leia+]


"Os pesquisadores não batizaram a sua armadilha de luz de 'pote de luz'. Eles a chamaram de garrafa ressonante, ou garrafa ressonadora, pela similaridade do dispositivo com a chamada garrafa magnética, na qual uma partícula se move entre os extremos de um campo magnético que é fraco no meio da garrafa e forte em suas extremidades, ficando aprisionada lá dentro."

Nanopartícula tudo-em-uma: um canivete suíço para a nanomedicina



via
Inovação Tecnológica

As nanopartículas são vistas como promissoras para uma grande variedade de usos no campo médico, incluindo o transporte de medicamentos até o local onde eles são necessários, a liberação de pulsos de calor extremamente localizados, capazes de matar células cancerosas e a geração de imagens médicas mais precisas.

Agora, os pesquisadores da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, parecem ter tido uma ideia melhor. Em vez de fabricar uma nanopartícula adequada a cada tarefa em particular, eles fabricaram uma nanopartícula 'tudo-em-uma,' uma espécie de canivete suíço da nanotecnologia, servindo a múltiplos usos."

A nanopartícula multifuncional tanto servirá para a geração de imagens médicas quanto para as terapias. "Esta é a primeira vez que nanopartículas semicondutoras e metálicas foram combinadas de forma a preservar a função de cada componente individual," comemora o Dr. Xiaohu Gao, coordenador da pesquisa.

O foco desta pesquisa são as aplicações médicas, mas o Dr. Gao afirma que a técnica que seu grupo desenvolveu terá usos também em outras áreas, como na pesquisa de energia, podendo ser utilizada na fabricação de células solares duplamente eficientes. [Leia+]


"A nanopartícula canivete suíço tem a estrutura muito parecida com a de um ovo, no qual o ponto quântico é a gema, o polímero é a clara e o ovo é a casca. Esse "ovo nanotecnológico" inteiro mede entre 15 e 20 nanômetros, dependendo da espessura da camada de polímero, que pode ser ajustada com precisão molecular."



quarta-feira, 29 de julho de 2009

Cientistas criam estado completamente novo de matéria



via
Terra
Gizmodo

Cientistas alemães especializados em lasers criaram um estado de matéria completamente novo, transformando alumínio em algo 'que ninguém jamais viu', um exótico material transparente à radiação ultravioleta.

De acordo com o professor Justin Wark, do departamento de física da Universidade de Oxford, a descoberta é 'quase tão surpreendente quanto descobrir que é possível transformar chumbo em ouro com a luz!'. [Leia+]

"Wark afirma que isso os ajudará a raciocinar sobre a criação de estrelas em miniatura com implosões de laser de alto poder, algo que 'poderá um dia permitir a exploração do poder da fusão nuclear aqui na Terra'."

Francês fotografa silhueta de Estação Espacial contra o Sol



via
Terra
Gizmodo

Um fotógrafo conseguiu capturar em solo terrestre uma imagem da silhueta da Estação Espacial Internacional (ISS), com o ônibus espacial Endeavour acoplado, passando em frente ao Sol no último domingo. [Veja+]

"O autor da imagem é o francês Thierry Legault, que fotografou a inusitada cena utilizando apenas uma câmera-telescópio e filtros especiais."

Novo-G, primeiro supercomputador reconfigurável do mundo



via
novação Tecnológica
Aaron Hoover

Um supercomputador chamado Novo-G, descrito por seus criadores como sendo o mais poderoso computador de seu tipo no mundo, começou a funcionar nesta semana na Universidade da Flórida, nos Estados Unidos.

O nome Novo-G junta a palavra latina para 'inovar, mudar, alterar' com a letra G, de Gênesis.

Sendo um computador reconfigurável, o Novo-G é capaz de rearranjar seus circuitos internos para atender às necessidades do problema que ele tem por resolver.

Eles poderão ser usados 'em qualquer lugar onde tamanho, energia e alta velocidade são importantes,' diz o pesquisador Alan George.

Um computador desse tipo, muito menor, chamado 'LapTop Voador,' deverá ir ao espaço em 2012 - Sonda espacial terá hardware reconfigurável para múltiplas pesquisas".

O resultado é que um computador reconfigurável pode ser entre 10 e 100 vezes mais rápido do que os computadores comuns do mesmo tamanho, mas usam até 10 vezes menos energia. [Leia+]

"As aplicações dos computadores reconfiguráveis vão desde satélites espaciais até os supercomputadores de pesquisa."

Homem se espalhou pelo mundo há 40 mil anos, diz pesquisa

via Terra

As populações humanas da África começaram a se propagar e crescer no continente no final da Idade de Pedra, há 40 mil anos, afirma um relatório divulgado nesta terça-feira pela revista PLoS ONE.

A investigação, baseada em dados genéticos e realizada por cientistas da Divisão de Biotecnologia da Universidade do Arizona, afirma que as povoações ao sul do Saara começaram a crescer até antes do desenvolvimento da agricultura.

O grupo, liderado pelo paleontólogo Michael Hammer, aliou informação genética com descobertas paleontológicas e arqueológicas para determinar os primeiros capítulos evolutivos da humanidade.

Os especialistas, que contaram com a ajuda do Instituto de Genética Humana de San Francisco e do Departamento de Epidemiologia e Bioestatística, analisaram o material genético de 184 indivíduos de sete grupos humanos e utilizaram um modelo informático para simular sua evolução genética.

Com essa fórmula, determinaram que a aparição de caçadores e de grupos produtores de alimentos coincidiu com um aumento da população que começou muito antes do início da agricultura. [Leia+]

"Através de um desenho experimental e do uso da informática, o grupo estabeleceu que a expansão demográfica provavelmente começou no final da Idade de Pedra."

terça-feira, 28 de julho de 2009

Naves robôs vão tomar decisões em 2047



via
Stuff

Em seu relatório 'Plano de Sistemas de Voo de Naves Não-tripuladas 2009-2047', a força-aérea dos EUA revelou que, gradualmente, humanos vão passar a ter um papel mais de monitoramento do que de intervenção.

'Avanços na inteligência artificial vão permitir que sistemas tomem decisões de combate no ato com políticas de considerações legais sem necessariamente precisarem de intervenção humana', diz o relatório. [Leia+]

"A programação do drone vai ser baseada na 'intenção humana', com humanos reais monitorando a execução e com a possibilidade de passar por cima das decisões da nave."

Motores a íons nos levariam a Marte em 39 dias



via
Gizmodo Brasil

Motores a íons não são fortes o suficiente para levantar um foguete até entrar em órbita, mas tornariam a viagem a Marte bem mais rápida quando a nave já estivesse no espaço.

Mas, já no espaço, eles podem dar um impulso contínuo por anos, como uma brisa contínua na parte de trás de um barco a vela, acelerando gradualmente a nave até ela se mover mais rápido que foguetes químicos.

Se conectados a um reator nuclear a bordo, um motor a íon poderia levar uma nave a Marte em meros 39 dias, o que faria uma viagem dessas valer a pena. [Leia+]

"Motores a íons aceleram átomos eletricamente carregados, ou íons, através de um campo elétrico, assim empurrando a espaçonave na direção oposta. Esse tipo de motor gera muito menos empuxo que foguetes movidos a energia química, o que significa que eles não conseguem escapar sozinhos da gravidade da Terra."

Computador feito com bactérias resolve problemas matemáticos

via Terra

Cientistas americanos criaram uma espécie de computador vivo, produzido com a bactéria Escherichia coli, uma das mais antigas bactérias presentes no intestino do homem. O resultado foi uma máquina que resolve problemas matemáticos com velocidade maior do que a de um PC que leve um processador de silício.

Segundo o site Slashdot, as bactérias utilizadas foram capazes de resolver um problema clássico da matemática, o Caminho Hamiltoniano, também conhecido como "o problema do caixeiro viajante".

O problema propõe que, dado um número de cidades, um algoritmo matemático qualquer precisa ser criado para calcular o melhor trajeto, de modo que o caminho a ser feito pelo personagem passe por todas as cidades sem repetir nenhuma delas e retornar ao ponto inicial na menor distância e custo possível.

Apesar de comum, esse problema não possui solução simples. De acordo com o site The Guardian um computador convencional precisa testar uma por uma de cada uma das milhões ou até bilhões de possibilidades de resultado. Para cada elemento inserido no problema, o tempo de solução cresce exponencialmente.

Isso inviabiliza o uso dos sistemas computacionais modernos, que podem testar um número limitado de possibilidades ao mesmo tempo - na maioria dos casos, apenas uma ou duas operações simultâneas.

Já um computador formado por milhões de bactérias pode testar todas as possibilidades simultaneamente e continuar se aprimorando, já que não para de crescer. O crescimento do "computador bacterial" pode transformar o tempo polinomial, que cresce exponencialmente, em tempo linear.

Para programar esse computador vivo os pesquisadores precisaram modificar o DNA das bactérias a fim de introduzir o problema matemático. [Leia+]


"A pesquisa foi publicada no Jornal de Engenharia Biológica e também contribuiu com
60 novas partes para o Registro de Peças Biológicas Padronizadas, criado em 2003 pelo MIT para colecionar partes genéticas que podem ser misturadas e combinadas para construir dispositivos e sistemas biológicos sintéticos."

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Espanha inaugura maior telescópio infravermelho do mundo



via
Yahoo! Notícias

O Grande Telescópio das Canárias (GTC), maior telescópio ótico-infravermelho do mundo, foi inaugurado oficialmente nesta sexta-feira na ilha de La Palma, no arquipélago das Canárias, pelos reis da Espanha e por representantes do México, país sócio do GTC.

O telescópio ultramoderno, situado no observatório de Roque de los Muchachos, a 2.400 metros de altura, possui um espelho circular de 10,4 metros de diâmetro que permitirá a observação de galáxias longínquas ou a busca por planetas desconhecidos no universo.

Esta é "a maior máquina do tempo do planeta", com uma "capacidade de visão insólita, equivalente a quatro milhões de pupilas humanas", segundo o promotor do projeto, o Instituto de Astrofísica das Canárias (IAC).

Além disso, o telescópio é "a maior infra-estrutura científica jamais construída na Espanha", que atualmente é "a nona nação científica do mundo e a oitava em astronomia", comemorou a ministra de Ciência e Inovação, Cristina Garmendia. [Leia+]


"México e Estados Unidos são parceiros da Espanha na construção e no funcionamento do GTC, que custou 104 milhões de euros - 90% deles investidos pela Espanha, ajudada por fundos europeus."

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Poluição afeta inteligência humana desde a gestação, diz estudo



via
Folha Online
da France Presse, em Washington

A exposição à poluição durante a gravidez afeta o coeficiente intelectual das crianças, segundo um estudo americano que será publicado no jornal 'Pediatrics' de agosto.

O estudo, realizado durante cinco anos com 249 crianças que viviam nos bairros de Harlem e Bronx, em Nova York, mostra que os HAP (hidrocarbonetos aromáticos policíclicos) diminuem o coeficiente intelectual das crianças desde a gestação.

Os HAP são poluentes tóxicos produtos da combustão do carvão, do diesel, da gasolina ou do gás.

O estudo foi realizado pelo Columbia Center for Children's Environmental Health (CCCEH) e financiado pelo Instituto Nacional para a Saúde dos Estados Unidos (NIH).

Ela observou que os efeitos desta contaminação sobre o coeficiente destas crianças é similar aos diagnosticados em crianças expostas a níveis baixos de chumbo, nocivo para o sistema nervoso. [Leia+]


"As conclusões do estudo são uma fonte de preocupação porque o coeficiente intelectual é um determinante importante do futuro sucesso escolar e os HPA são muito usados nos centros urbanos em todo o mundo"

A Terra é redonda. Mas o Universo é plano?



via
Inovação Tecnológica
Eugenie Samuel Reich [New Scientist]

Quando se trata do universo, 'plano' refere-se ao fato de que os feixes de luz viajam longas distâncias paralelos uns aos outros.

Se o universo for 'plano', os feixes permanecerão sempre paralelos. Entretanto, matéria, energia e energia escura, todos produzem curvaturas no espaço-tempo.

Se o espaço-tempo do universo é positivamente curvado, como a superfície de uma esfera, os feixes paralelos deverão se juntar. Se for negativamente curvado, em um universo em forma de sela, os feixes paralelos deverão divergir.

Graças em parte à sonda espacial WMAP (Wilkinson Microwave Anisotropy Probe), que revelou a densidade da matéria e da energia nos estágios iniciais do universo, a maioria dos astrônomos está confiante em que o universo é plano.

Mas esta visão está sendo agora questionada por Joseph Silk e seus colegas da Universidade de Oxford, que afirmam que é possível que as observações da WMAP tenham sido interpretadas de forma incorreta.

Em um artigo publicado no Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, eles pegaram dados da WMAP e de outros experimentos cosmológicos e os analisaram usando o teorema de Bayes, que pode ser usado para mostrar como a certeza associada a uma determinada conclusão é afetada por diferentes pressupostos iniciais.

Usando os pressupostos da moderna astronomia, que pressupõe um universo plano, eles calcularam a probabilidade de que o universo esteja em um de três estados: plano, positivamente curvado e negativamente curvado. Isto produziu uma probabilidade de 98% de que o universo seja de fato plano.

Quando eles rodaram novamente os cálculos usando uma postura mais mente-aberta, entretanto, a probabilidade mudou para 67%, tornando o universo plano uma certeza muito menos convincente do que os astrônomos concluem. [veja+]

"Silk afirma que os astrônomos precisam alcançar um nível de segurança de 99,9999% com relação ao universo plano, o que seria alto o suficiente para resultar convincente quaisquer que fossem as hipóteses iniciais. É possível, entretanto, que nenhuma medição seja capaz de atingir esse nível de precisão."

terça-feira, 21 de julho de 2009

Internet terá 2,2 bilhões usuários até 2013



via
Blog Tecneira [Época Negócios]

O número de internautas vai saltar para 2,2 bilhões até 2013 segundo previsões da Forrest Research. Hoje há 1,5 bilhões pessoas na rede.

Todas as regiões do mundo irão crescer em número de usuários com destaque para Ásia, que é a principal engrenagem da expansão da rede mundial de computadores. [Leia+]

“Organizações multinacionais de todos os tipos precisam entender a dinâmica das mudanças dessa população online para garantir que estejam bem posicionadas para aproveitar as oportunidades internacionais nescentes.”

Começa mais longo eclipse solar total do século XXI

via Terra

O mais longo eclipse solar total do século XXI teve início nesta quarta-feira, na Índia e na China, os dois países mais povoados do planeta. O fenômeno deve ser observado por mais de 2 bilhões de pessoas, um recorde na história da humanidade, segundo os astrofísicos.

Às 0h30 GMT (21h30 de Brasília), a escuridão começou a ocupar uma faixa de 15 mil km de comprimento por 258 km de largura, atravessando a Índia de oeste a leste, chegando ao Nepal, Butão, Bangladesh, Myanmar, China e às ilhas meridionais japonesas. [Leia+]

"O Sol ficará completamente encoberto pela Lua durante seis minutos e 39 segundos em uma região pouco habitada do Pacífico, um recorde que apenas será superado no ano de 2132."

Ásia se prepara para mais longo eclipse do século



via
VEJA.com

Com muita expectativa e superstição, milhões de asiáticos estão se preparando para acompanhar o mais longo eclipse total do sol neste século.

O fenômeno natural acontecerá nesta quarta-feira e deve durar cerca de cinco minutos, mas pode chegar a, no máximo, seis minutos e 39 segundos. O último eclipse, em agosto do ano passado, durou dois minutos e 27 segundos.

Caravanas de astrônomos amadores e profissionais estão percorrendo longas distâncias para testemunhar o evento. Cientistas esperam conseguir coletar informações para estudar sobre os fenômenos solares.

Para eles, será uma oportunidade de observar longamente a corona do sol, um anel luminoso que a fica a um milhão de quilômetros da superfície solar. Os pesquisadores querem saber o que faz com que a temperatura da corona chegue a dois milhões de graus. [Leia+]

"O eclipse aparecerá primeiro ao norte de Mumbai, na Índia; depois, a sombra vai se deslocar ao leste pela Índia, Nepal, Mianmar, Bangladesh, Butão e China, até chegar ao Oceano Pacífico e ser visível na ilha Nikumaroro, na nação de Kiribati. Algumas ilhas do sul do Japão conseguirão ver o fenômeno."

Cirurgia inédita no Brasil utiliza robô e tecnologia 3D



via
Scientific American Brasil
por Charles Marzanasco Filho

Uma nova técnica para retirada de tumores da cabeça do pâncreas e do confluente bílio-pancreático duodenal já está disponível no Brasil.

Da união da laparoscopia ─ método que introduz cânulas no abdômen, sem a necessidade de grades cortes ─ com a robótica surgiu o procedimento que promete dar esperança a pacientes que sofrem com tumores na região do pâncreas, o sexto tipo de câncer de maior incidência entre homens, no Brasil.

A primeira cirurgia da América Latina e do hemisfério Sul usando a técnica denominada duodenopancreatectomia laparoscópica robótica foi realizada em uma paciente de 56 anos no hospital israelita Albert Einstein, em São Paulo, no mês passado.
O médico responsável foi o cirurgião-geral e do aparelho digestivo Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo.

"No método tradicional, desenvolvido em meados do século passado para retirada de tumores neste órgão, é feito um corte horizontal de 25 a 30 centímetros no abdômen, há sangramento abundante e recuperação dolorosa e demorada. [Leia+]

"Na operação com o novo método foram feitas apenas cinco incisões de 1 cm cada, para introdução de uma câmara e cânulas com pinças que realizam o procedimento. A retirada do tumor é feita por uma incisão de 3 a 4 cm na altura da púbis, como em uma cesariana."

Nasa revela impacto de corpo cósmico sobre a superfície de Júpiter



via
UOL [Ciência e Saúde]
Da Efe Em Washington

Os restos de um corpo cósmico, possivelmente um cometa, atingiram a superfície de Júpiter, em área próxima ao polo sul do planeta, revelou hoje o Laboratório de Propulsão a Jato (JPL, na sigla em inglês) da Nasa, a agência espacial americana.

Segundo um comunicado do JPL, a marca do impacto foi descoberta por um astrônomo amador e foi confirmada pelo telescópio infravermelho da Nasa que fica no monte Mauna Kea, no arquipélago do Havaí. [Leia+]

"A descoberta foi feita hoje, dia do 15º aniversário do impacto do cometa Shoemaker-Levy 9 sobre Júpiter e dos 40 anos da chegada do homem à Lua."

Astronautas completam 2ª caminhada espacial na ISS



via
Folha Online [Ciência]
da Efe, em Washington

Os dois astronautas do ônibus espacial Endeavour completaram com sucesso a segunda das cinco jornadas de trabalho na noite de segunda-feira (20), na qual instalaram novos equipamentos na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

'Felicitações. Fizeram um excelente trabalho', transmitiu o controle da missão do Centro Johnson de Voos Espaciais, em Houston, no Estado americano do Texas, pouco antes de os astronautas voltarem para a cabine de despressurização.

O controle também transmitiu seus parabéns ao astronauta Tom Marshburn, em sua primeira missão espacial.

"Foi uma honra, neste dia em que comemoramos o 40º aniversário de Apollo", disse Marshburn, em referência à chegada do primeiro homem à Lua, no dia 20 de julho de 1969.

A jornada de trabalho foi concluída às 19h20 (horário de Brasília), com um total de 6 horas e 53 minutos fora do Endeavour, um ambiente sem gravidade.

O ônibus espacial e a ISS estão acoplados a cerca de 385 quilômetros da Terra, orbitam a 27 mil km/h e têm uma tripulação de 13 astronautas dedicados à construção da estação, um projeto de US$ 100 bilhões, com a participação de 16 países. [Leia+]


"Os astronautas Marshburn e Dave Wolf, que saíram pelo módulo Quest às 12h27 (horário de Brasília), instalaram uma antena, uma plataforma de armazenamento e um carrinho para o transporte de objetos sobre a viga central da estação."


Nanobiotecnologia cria "penicilina" para o cérebro

via Diário da Saúde

Uma nova classe de nanopartículas formadas pela automontagem de peptídeos antimicrobianos é extremamente eficaz contra infecções no cérebro - o que está levando os cientistas a chamá-las de 'penicilina do cérebro.' A pesquisa foi publicada na conceituada revista Nature Nanotechnology.

Embora os casos sejam raros, algumas bactérias, como a Staphylococcus aureus, conseguem atravessar a incrivelmente eficaz barreira sangue-cérebro (BBB, na sigla em inglês - Blood-Brain Barrier).

A BBB protege continuamente o cérebro. Se alguma bactéria consegue atravessá-la fatalmente causará infecções e sérios danos ao cérebro. Essas infecções causam perda de audição, dificuldades de aprendizagem e, eventualmente, a morte.

Agora, uma equipe de pesquisadores da China e de Cingapura desenvolveu uma nova classe de nanopartículas capaz de combater esses invasores da BBB. Nanopartículas são partículas com dimensões na faixa dos nanômetros, com tamanho equivalente ao de uma molécula. Um nanômetro equivale a um bilionésimo de metro.

Os chamados peptídeos catiônicos antimicrobianos - conhecidos como TAT - são eficazes contra uma grande gama de bactérias e fungos. Embora o mecanismo exato de como esses microorganismos são destruídos ainda não esteja claro, os cientistas acreditam que a composição de aminoácidos e a carga catiônica sejam dois fatores que permitem que os TAT penetrem e desintegrem a membrana celular desses patógenos. [Leia+]

"Com base nessas descobertas, os pesquisadores antecipam que suas nanopartículas serão eficazes contra as infecções cerebrais e outras doenças infecciosas também em humanos. A descoberta é ainda uma prova de conceito e não estão agendados os testes das nanopartículas em humanos."

Cientistas localizam "chaves" moleculares que acionam doenças

via Diário da Saúde

Uma equipe de cientistas da Universidade de Copenhague e do Instituto Max Planck da Alemanha, usando uma tecnologia inovadora, identificou nada menos do que 3.600 chaves moleculares no corpo humano.

Essas chaves, que regulam as funções das proteínas, parecem ser um fator crucial no envelhecimento humano e no surgimento e tratamento de doenças como câncer e males de Alzheimer e Parkinson. Os resultados da pesquisa foram publicados no exemplar desta semana da revista Science.

A equipe, liderada pelo Dr. Matthias Mann, detectou 3.600 chaves de acetilação em 1.750 proteínas diferentes.

A equipe também descobriu que alterações na acetilação ocorrem primariamente em proteínas que trabalham juntas, e que essas chaves moleculares têm consequências muito maiores para o funcionamento do organismo do que se acreditava até agora. [Leia+]

"Com o novo mapeamento, nós agora podemos começar a estudar e descrever como as chaves de acetilação respondem a medicações que podem reparar seus defeitos. Isto poderá ter um impacto enorme nos tratamentos médicos,' diz o Dr. Mann, ressaltando que as medicações para reparar a má regulação das proteínas já estão demonstrando ser promissoras para o tratamento do câncer."

Avanços da nanotecnologia trazem novas esperanças para enfrentar câncer



via
G1

Duas pesquisas, publicadas na edição desta semana da revista científica americana 'PNAS', mostram formas promissoras de aplicar a nanotecnologia, ciência que permite a manipulação de estruturas incrivelmente pequenas, como forma de atacar o câncer. [Leia+]

"Um dos trabalhos apresenta uma forma nova e extremamente sensível de diagnóstico de tumores, enquanto o outro revela um tratamento inovador e, aparentemente, com poucos efeitos colaterais aplicado por enquanto só em camundongos."

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Era espacial trouxe avanços práticos à vida na Terra



via
G1

O forno de micro-ondas, o velcro, o Sistema de Posicionamento Global (GPS, na sigla em inglês), as lentes de contato e o laser são objetos e instrumentos que já se tornaram corriqueiros, mas que não existiriam hoje se não fossem as tecnologias desenvolvidas a partir de pesquisas espaciais.

As coisas seriam muito mais difíceis hoje se não existissem os equipamentos sem fios, as fraldas infantis descartáveis, as frigideiras de Teflon antiaderentes, os termômetros digitais ou o simples código de barras, que simplificou o comércio e que foi uma invenção da Nasa (agência espacial americana) para identificar as milhares de peças de suas naves. [Leia+]

'É fascinante a forma como as tecnologias desenvolvidas para a prospecção espacial entraram em nossas vidas', afirmou Karina Edmonds, ex-funcionária do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL, na sigla em inglês) da Nasa."

Google Earth comemora os 40 anos da ida à lua com viagem virtual



via
G1 [Tecnologia]

O Google apresentou, nesta segunda-feira (20) a nova versão do programa de mapas 3D Google Earth especialmente dedicada à Lua. A data especial comemora o 40º aniversário da chegada do Homem à Lua. [Leia+]

"A nova versão do programa irá incluir imagens captadas por um satélite colocado em órbita pela NASA no mês passado, destinado a tirar fotografias de alta definição do satélite natural da Terra."

domingo, 19 de julho de 2009

Grupo de designers canadenses transforma lâmpadas queimadas em luminária nova



Pensando Verde

O que você faz com lâmpadas queimadas? Joga fora, certo? Segundo a ecologia e o coletivo de designers canadense Castor Design, errado. O grupo transformou um conjunto de lâmpadas que não funcionavam mais em novas luminárias.

O único erro cometido pelos canadenses foi ter usado tubos incandescentes, que gastam mais energia. A criação sai por $1.500 na loja Matter. [Leia+]
"Mas nada que não possamos resolver fazendo uma luminária em casa com os econômicos tubos fluorescentes."

sábado, 18 de julho de 2009

Queensryche ["Take Hold of the Flame"]

Queensrÿche - original version of the "Take Hold of the Flame" video. (I've seen a letterbox version on YouTube.) This song kicks! Note: I've boosted the color level a little.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Especialista explica teorias conspiratórias sobre viagem à Lua



via
Folha Online

Uma das maiores conquistas da humanidade, o dia em que o homem pisou na Lua, em 20 de julho de 1969, ainda é motivo de polêmica. Alguns autores de livros, filmes e sites teimam em desmentir o grande feito.

Após 30 anos, teorias defendem a ideia de que tudo não passou de uma armação do governo norte-americano; a farsa teria sido realizada em um estúdio e as imagens foram dirigidas pelo cineasta Stanley Kubrick.

Veja, neste videocast, a opinião do especialista em efeitos especiais Guilherme Albuk. Para ele, criar uma fraude na década de 1960 demandaria recursos inexistentes naquela época. [Veja+]

Americanos descobrem ação do álcool em área específica no cérebro



via
Abril.com
Por AE

Cientistas do Instituto Salk de Ciências Biológicas e da Universidade da Califórnia em San Diego, nos Estados Unidos, descobriram uma área específica para a ação do álcool localizada dentro de proteínas de canais iônicos, que tem papel fundamental em diversas funções cerebrais.

Segundo Paul Slesinger, professor do Laboratório de Peptídeos do instituto, entender melhor como o álcool atua no cérebro pode ajudar em tratamentos para problemas como alcoolismo, uso de drogas ou epilepsia.

O trabalho, publicado na revista 'Nature Neuroscience', revela importante contribuição para compreender melhor como o álcool altera o funcionamento das células cerebrais. Sabe-se que o álcool altera a comunicação entre neurônios. [Leia+]

"A nova pesquisa é a primeira a identificar que o álcool estimula os canais, chamados de canais Girk, diretamente - e não por meio do resultado de outras alterações moleculares nas células."

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Endeavour é lançada com sucesso para nova ampliação da Estação Espacial



via
G1 [Ciência e Saúde]

Na sexta tentativa, o ônibus espacial Endeavour partiu nesta quarta (15) às 19h03 (horário de Brasília) do Centro Espacial Kennedy rumo à Estação Espacial Internacional (ISS).

A Endeavour leva uma tripulação de sete astronautas para instalar a última parte do módulo de pesquisa japonês, o laboratório Kibo, orçado em US$ 2,4 bilhões.

A duração programada da missão é de 16 dias, dos quais 11 na ISS. Estão previstas cinco caminhadas espaciais. [Leia+]

"A Nasa já anunciou que vai aposentar no ano que vem seus ônibus espaciais. A manutenção da ISS dependerá, por um longo período, basicamente das naves russas Soyuz."

Robô militar poderá "comer" corpos



via
CIÊNCIA MALUCA
por Nina Weingrill

Uma empresa de robótica americana está desenvolvendo um robô sustentável: ele gera energia ao se alimentar de material orgânico. Vale para o que ele encontrar, grama, terra, madeira e até cadáveres (argh). Sua aplicação, segundo o site da empresa, é principalmente na guerra. [Veja+]

"O EATR, queima o combustível (que pode ser a grama, ou um corpo), esquenta a água, que gera eletricidade. A vantagem é que, além de sustentável, ele pode ficar ligadão durante um bom tempo - até anos, segundo o produtor."

Experimentos detectam sinais elétricos em plantas



via
Agência USP
Antonio Carlos Quinto

Experimentos realizados no Laboratório de Física Aplicada e Computacional [Lafac] da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos [FZEA] da USP demonstraram que as plantas possuem sinais elétricos e que podem, inclusive, ser medidos.

Nos testes realizados com a espécie Epipremnum pinnatum, popularmente conhecida como Jibóia, foram detectados sinais emitidos em pequenas freqüências, da ordem de microvolts. [Leia+]

“Podemos imaginar melhores maneiras de se monitorar o comportamento e emissão de sinais de plantas cultivadas em estufas. Testar quais os melhores ambientes, intensidades de luz, som, etc.”

Star Wars Force Trainer: Use a Força Para Mover Objetos com a Mente


via Digital Drops

A Brainstorm confirmou a data [23 de julho] de lançamento do jogo Star Wars Force Trainer na Inglaterra.

O “Star Wars Force Trainer” vem com um headset [baseado na tecnologia EEG mais comumente usada na medicina] que permite ao usuário usar suas ondas cerebrais para mover uma esfera, localizada dentro de um tubo transparente de 25 cm de altura. [Leia+]

BingTweets: A fusão do Bing com o Twitter



via
Blog do Link
por Lucas Pretti

Nesta semana, o New York Times avaliou que o lançamento do buscador Bing renovou a credibilidade da Microsoft, como se dissesse 'ainda conseguimos fazer coisas boas'.

Pois, se isso é verdade, eis mais uma prova de que a gigante do software não é gigante à toa: o BingTweets.

O site foi colocado no ar nesta semana. É um cruzamento entre os trending topics (as palavras mais faladas) do Twitter e o buscador. O BingTweets engrossa o papo sobre web instantânea como tendência à internet atual. [Veja+]

Mortalidade da gripe suína é 'impossível de prever', diz estudo britânico



via
UOL [Ciência e Saúde]
Da BBC Brasil

Cientistas do Imperial College, em Londres, alertaram nesta quarta-feira para a precariedade das estatísticas sobre os casos e fatalidades da gripe suína nos diferentes países do mundo, e afirmaram que só com dados precisos será possível planejar adequadamente o combate à doença.

Eles listaram os principais fatores que contribuem tanto para subestimar quanto para superestimar a gravidade dos casos da influenza A (H1N1), que chegam a quase 100 mil no mundo, segundo a OMS, com quase 500 mortes. [Leia+]

"Sem uma estimativa precisa da gravidade (da gripe suína), não estaremos provendo aos formuladores de políticas de saúde, médicos e enfermeiras a informação de que eles precisam para combater a pandemia."

Deep Flight Super Falcon: submarino elétrico particular



via
Gizmodo Brasil

O submarino, chamado Deep Flight Super Falcon, é um veículo elétrico de mais de seis metros que aplica princípios da aerodinâmica ao mar.

O Deep Flight é capitaneado por Graham Hawkes, um pioneiro em veículos de exploração do fundo do mar.

Entre outras coisas, Hawkes contruiu o veículo Deep Rover que foi usado por James Cameron para rodar o filme Aliens of the Deep em IMAX 3D, o Mantis, que foi filmado com James Bond no filme For Your Eyes Only, e o Deep Flight Challenger, um submarino alado capaz de alcançar mais de 11 quilômetros de profundidade, construído para que Steve Fossett quebrasse o recorde de profundidade alcançada. [Leia+] [Veja+]

"Ele bóia ligeiramente, e é a sua velocidade que o impulsiona para baixo, à imagem espelhada da sustentação aerodinâmica de uma aeronave convencional. Ele pode operar a profundidades de até 120 metros, tem uma velocidade máxima de 6 nós [NT.: 11km/h] e pode voar por cinco horas com uma única carga de bateria."

NBA Top 10: 2009 Plays of the Year

via Xpock

Monitor T1, da Asus, sintoniza TV em 1080p


via INFO

Asus acaba de lançar seu monitor T1, que vem com sintonizador de canais digitais (DVB-T) e analógicos (PAL/SECAM).

O monitor-TV, da Asus, suporta imagens em 1920 por 1080 pixels, tem um par de portas HDMI e chegará ao mercado com versões de 22, 24 e 27 polegadas. [Leia+]

"O T1 é equipado com auto-falantes de 7-watts, raio de contraste de 20 000:1 e tempo de resposta de 5 ms. A versão de 22 polegadas tem dimensões de 54 por 43,8 por 19,1 centímetros e pesa 6,2 quilos."

terça-feira, 14 de julho de 2009

Descoberta força repulsiva da luz: nanodispositivos poderão ser controlados pela luz, e não mais pela eletricidade.

[Imagem: Hong Tang/Yale University]


via
Inovação Tecnológica
Suzanne Taylor Muzzin

Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, descobriram um tipo de força repulsiva da luz que pode ser utilizada para controlar componentes construídos em chips de silício, o que significa que futuros nanodispositivos poderão ser controlados pela luz, e não mais pela eletricidade.

A equipe havia previamente descoberto a força atrativa da luz e demonstrado como ela pode ser manipulada para movimentar componentes em micro e em nano-máquinas construídas em pastilhas de silício, usando a mesma tecnologia que os microprocessadores [A força dos fótons está conosco: luz consegue acionar nanomáquinas].

O mesmo grupo de cientistas agora descobriu a força repulsiva complementar àquela primeira. Pesquisadores teorizavam a existência das duas forças desde 2005, mas a segunda delas permanecia até agora sem comprovação.

'Isto completa o quadro, diz Hong Tang, coordenador da equipe. 'Nós demonstramos que de fato há uma força bipolar da luz com um componente atrativo e com outro componente repulsivo.

Ao conseguir usar as duas forças, agora eles têm controle completo e podem manipular os componentes nas duas direções.

Esses dispositivos mecânicos ultraminiaturizados são conhecidos como MEMS (MicroElectroMechanical Systems) e NEMS (NanoElectroMechanical Systems), dependendo se suas partes são construídas com precisão na faixa dos micrômetros ou dos nanômetros.

Essas forças da luz poderão um dia controlar dispositivos de telecomunicações que exigirão muito menos potência, mas trabalharão muito mais rapidamente do que seus equivalentes atuais, explicou o professor Tang. [Leia+]

"Um benefício adicional de usar a luz em vez da eletricidade é que ela pode ser roteada ao longo de um circuito sem praticamente nenhuma interferência no sinal, além de eliminar a necessidade da construção de um grande número de fios elétricos no interior dos chips"

Pensamento "verde" pode impulsionar comércio de e-paper, diz estudo



via
iG [Tecnologia]
Por Stella Dauer

Apesar de caro, o e-paper pode ajudar a salvar a natureza. Um estudo feito pelo Gartner e publicado pelo site IT PRO mostra que a busca pela economia de papel e o uso de produtos menos poluentes pode aumentar as vendas e adoção do e-paper.

Além de proporcionar economia de papel evitando o papel impresso (especialmente de livros, revistas e jornais), o e-paper consome pouca energia se comparado a monitores LCD. “Seus potenciais benefícios ao meio ambiente são significativos, resultando na salvação de árvores, evitando o gasto de água e reduzindo as emissões de CO2” informa o relatório do Gartner.

Por conta desse apelo ecológico, o e-paper deve superar outros tipos de tela em produtos de consumo, publicidade e até mesmo em aplicações empresariais, mas para chegar a esse patamar ainda precisa melhorar suas características. A forma como processa cores e vídeo e uma queda nos preços são fatores que farão o e-paper se tornar competitivo no mercado.

O e-paper já é bastante utilizado em leitores de e-book como o Kindle, da Amazon, e também em celulares e relógios. Seu uso em anúncios de rua e computadores já está sendo desenvolvido, e novos recursos como interação por toque e habilidade de re-escrita já estão em teste. [leia+]

“O e-paper tem algumas barreiras a transpor antes de ser viável comercialmente para as massas. De qualquer forma, já está gerando um enorme interesse e nós esperamos que a adoção aumente nos próximos anos enquanto a tecnologia se desenvolve”